segunda-feira, dezembro 01, 2008


Tanto para fazer e o tempo que urge.

Não, não ando alheada...

Simplesmente ocupada a limpar o lixo de um ano para esquecer em muitos sentidos - de perdas irreparáveis, de pessoas insubstituíveis, de sentimentos que não se renovam - e de muitas vitórias, pessoais e outras, por outro lado.

Um ano terrível na doença, mas que podia ter sido bem pior.

Um ano desgraçado profissionalmente, mas que deu força para investir noutros caminhos...

Um ano que me marcará sempre, especialmente pelo meu Dono e pelos (poucos) AMIGOS a quem jamais terei algo suficiente para agradecer sreem o que são, quando são e porque são!


Hoje, agora, um doce sabor a água tónica no palato - o Dono partiu por uns dias e fica uma casa vazia e uma alma cheia e a única palavra portuguesa sem tradução - saudade, apesar de ser por pouco tempo! Mas parti com ele, fui com ele na viagem e o cordão umbilical estica há precisamente quinze meses com a flexibilidade da idade matura de quem sabe o que quer e o que anda a fazer...


A falta que ele me faz.

A promessa de um ano bem diferente e melhor e mais cheio.

As mudanças.

Tudo o que vai acontecer.

Tudo o que vai mudar.

Tudo o que vai deixar de ser.


O lixo que não deixo acumular debaixo das carpetes!

Gente que não presta, quase-gente, abutres e escumalha sem valor que nem chego a perceber porque um dia tomei por amigos" - gentinha...

Coisas, planos, projectos que não fazem sentido se uma das partes desiste porque era um pacto de sangue!

Crescer todos os dias até morrer!

A sangrar por dentro e a chorar por fora às vezes, outras vezes em silêncio, outras vezes sem sinal...


Ah José Régio, as voltas que dás no túmulo, e tu António Aleixo, coitado - sem falar no Bocage...

that´s life... lalalala!


Teho de ir, há uma festa no País das Maravilhas e tenho muito que fazer, mas antes vou degustar o meu Dono na ponta da língua, na palma das mãos e no fundo dos olhos, que o coração transborda!


Boa semana e sejam felizes como eu estou! *

4 comentários:

katrina disse...

Pois é a madrinha anda ausente eu sei, mea culpa mea culpa mas por vezes o mais importante é estarmos lado a lado e que se lixe la os coments...

Mais uma vez os meus parabens a ambos com mais ou menos Amigos o importante é serem felizes...

Beijos da madrinha

JoaoDeAviz disse...

That's life, algumas coisas still remains the same....
E agora mais que antes, mais proximo de ti.
Com ou sem dores e magoas, com alegrias sempre.
Vamos fazer uma festa por nós, pelos amigos e por uma Comunidade,e vamos viver mais um Ano, melhor espero, para alem do bom que este trouxe.

Isa disse...

Fico contente por te sentires feliz:))
Bjs

Angi disse...

Minha mais que querida:
Tiveste sem dúvida um ano tempestuoso...
Mas estas tempestades, mais ou menos duradouras, são necessárias para sabermos apreciar e dar o devido valor às coisas boas...
A tua tempestade (particular) já dura há mais que muito tempo, com uns tufõezitos pelo meio para abalar ainda mais o já precário equilíbrio das coisas...
Mas começa tudo a ir a "su sitio", o lixo que teve origem dos escombros começa a esvanecer-se e tudo se assemelha pacífico. E estamos todos cá para ajudar (eu estou!) a reconstruir e por tudo no sítio, pedra por pedra :-)