terça-feira, dezembro 30, 2008

Et Voilá...


O Natal passou e foi... diferente, mas melhor do que esperava, depois de um ano de muitas provações e provocações!

Com a família, o meu Dono e os Amigos por perto, adquiriu outro sabor e outro estatuto e valeu mais a pena, felizmente...

Comer e beber e conversar e gostar e amar e sofrer e dar e dar e dar a quem merece, sempre!

Que todos voces por aí tenham sempre a quem dar, que, às vezes é mais importante que receber, seja em contexto BDSM seja fora dele, porque não há um único Amor, mas muitos e amares também.


Nunca esperei conseguir chegar viva ao fim deste ano e digo-o profunda e sentidamente, sem teatrialidade nem sombras - factos, por saúde e tristezas várias e, se aguentar as 48h próximas horas, foi mais uma batalha ganha... e devo-a aos que fizeram a diferença pela positiva e a quem nunca deixou de ser importante, e agradeço sempre - uma e outra vez!



Que o Novo Ano seja cheio!


Que seja transbordante de sorrisos - e assim já valerá a pena...


Que o meu Dono não se canse de mim e me goste sempre!


FELIZ ANO 2009 - cheers!

domingo, dezembro 21, 2008

QUEM FOI O PAI NATAL?



"O Santo Nicholas foi uma pessoa real que nasceu numa família abastada na Lycia, Ásia menor (agora denominada Turquia) entre 270 e 280 Anno Domine. Ficou órfão muito jovem e cresceu num Mosteiro tornando-se uma dos mais jovens padres de sempre com a tenra idade de 17 anos. Viajou para a Palestina e Egipto antes de regressar à Lycia onde se tornou Bispo de Myra.

Nicholas era um um homem muito generoso, conhecido pela sua sabedoria e caridade, que distribuiu a sua riqueza àqueles em necessidade. Saía frequentemente do Mosteiro à noite, escondido por vestes com capuz, para deixar oferendas de dinheiro, roupas ou comida aos pobres e desprotegidos.

Morreu a 6 de Dezembro 340 e foi enterrado na Igreja de Myra. Após a sua morte foi canonizado, tornando-se patrono Santo da Grécia, Rússia, das Crianças, dos Professores, Mercadores, Marinheiros e Viajantes.

Em 1807, soldados religiosos Italianos levaram os restos mortais de St. Nicholas de regresso a Bari no Sul da Itália, onde construíram uma igreja em sua homenagem – a Basília de San Nichola. Isso aumentou grandemente a sua popularidade na Europa, com peregrinos de todo o Mundo a irem visitar o seu santuário. Cada um levou para os seus países de origem a sua versão criando uma lenda, fazendo a sua fama aumentar e adaptando-a às características de cada país. No entanto, uma característica manteve-se comum: a imagem tradicional do Bispo, com a mitra, as vestes esvoaçantes e compridas, capa vermelha e barba branca.

Há muitas lendas em torno de St. Nicholas, a mais famosa das quais relata como ele deu sacos de ouro a três pobres irmãs para os seus dotes, atirando-os pela chaminé, tendo aterrado numas meias que estavam junto à lareira para secar. Isso deu lugar à tradição de dar presentes nesse dia festivo (6 de Dezembro), uma prática que se mantém até hoje na Holanda e Alemanha onde as crianças deixam os seus sapatos na rua na véspera do dia de St.Nicholas esperando que na manhã seguinte estejam recheados com doces e prendas. Nos outros países tal tradição resultou no Natal devido à sua identificação com St. Claus – uma adulteração do seu nome holandês “Sinter Klaas”…"

sábado, dezembro 20, 2008

sexta-feira, dezembro 19, 2008

"Não digo do Natal – digo da nata
do tempo que se coalha com o frio
e nos fica branquíssima e exacta
nas mãos que não sabem de que cio

nasceu esta semente; mas que invade
esses tempos relíquidos e pardos
e faz assim que o coração se agrade
de terrenos de pedras e de cardos
por dezembros cobertos.
Só então
é que descobre dias de brancura
esta nova pupila, outra visão,
e as cores da terra são feroz loucura
moídas numa só, e feitas pão
com que a vida resiste, e anda, e dura."

Pedro Tamen
(Obrigada, Rui e... Feliz Natal*)

quinta-feira, dezembro 18, 2008

BOAS FESTAS 2008!!!!!!!!!!!!!!!!!


Ando a desejar Feliz Natal a todos, mas nao o sinto e quase raia a hipocrisia de mim para mim...

Isto porque odeio o Natal! Nunca gostei, talvez porque sempre fomos uma família pequena, sem muito alarido, ou porque nao tenho filhos e apenas um sobrinho - nao sei - só sei que nunca gostei!

O ano passado fiz com o meu Dono o Natal antes do dia e foi fantástico - quase vi as renas e o Pai Natal a chegar, etc - e nao, nao usamos drogas nem álcool...


Mas, no geral, odeio o Natal.

A única coisa que gosto é de dar prendas/"petit riens"/algo feito por mim/insignificancias!

Mais que receber, gosto de dar e não digo isto para fazer género.

Ontem um Amigo perguntava-me qual era o meu critério para dar prendas e eu respondi "aos Amigos" e ele pediu para definir "Amigos" e eu disse "quem me faz bem e me merece simpatia e retribuiçao", mais coisa menos coisa.

E continua a ser verdade.

Ñão é preciso subir ao Empire State Building a gritar que são meus amigos, para eu decidir que são; e é assim que chego às banhadas - aos baldes de água gelada pela cabeça abaixo...

Mas, comes with the territory e depois chamam-me totó - e sou!

Mas enquanto investi e perdi muitas vezes, ganhei outras tantas - gente incondicional que está lá há anos e há dias mas que está!


Há seis dias atrás um grande Amigo que julgava perdido entrou em minha casa e abracei-o e pedi ao meu Dono para lhe dizer um segredo ao ouvido e ele deixou - eu disse-lhe "acabaste de me salvar o Natal!". É assim que eu gosto dos Amigos, às vezes com segredos ao ouvido, outras vezes aos gritos, outras vezes a dizer "já te perdi uma vez e nao quero perder segunda, por ter a corção ao pé da boca! Estou a lutar por ti!". O resto não posso fazer...


Dantes aproveitava o Natal para reflectir no ano que passou e no que vinha.

Agora quero é esquecer o que passou e olhar em frente, sem esperar nada.

Porque amadurecer é isso; crescer é esperar, amadurecer é deixar-se ir e nao esperar nada...

Não espero nada!

Apenas que todos os que merecem tenham Boas Festas 2008 e um fantástico e assombroso Natal!


E digam segredos ao ouvido dos que gostam se vale a pena!

Gritem se tiver de ser, mas encham-se de prendas de Amigos assim e façam o Natal por dentro...


PS: Não esqueçam o BDSM por fora, vindo de dentro!!!!!!!


domingo, dezembro 14, 2008


Um muito obrigada a todos quantos participaram na Festa Natal BDSM Dominium, especialmente a quem se deslocou de longe, desejando desde já BOAS FESTAS E FELIZ NATAL 2008/9
E um obrigado especial a quem ajudou a organizar a Festa, aleatoriamente -Luís de Almeida, Angi, ravel, handyman, Sérgio C., katrina, Foxylady e ENYGMA, JoãoDeAviz, Thaw Gauze, Kat, Baronesa, Cláudia Pacheco, bichana e, se me esqueci de alguém, peço desculpa...!!!!!!!!!
Grande abraço e BOAS FESTAS *****************

quinta-feira, dezembro 04, 2008

FESTA DE NATAL DOMINIUM BDSM 2008




JoãoDeAviz + bondarina_MA

CountBatty + aneesa.2b

LadyMe + chucki

Shortbow + Bilitis(SB)

Mr & Mrs Smith

PrincessLai + bound(PL)

Zénux + Medica

eu_mesmo_X + 1

Baronesa

Angi + 1*

ravel + 1

katrina

Foxylady + Enygma

Lublin

SmoothMaster + 1*

kat

LadyM + jmslave

DeusaMaior + 1

Abafador *

XY + 1*

ThawGauze + Marta

MZ+FJ+Sebas

Erothiko + 3

edgar

Meat Loaf

bichana

A.C.

Zly + emmanuelle(Z)

handyman + 1*

Under Her + 1 *

StormLord + Lady Spider[SL]

Domme_Maria + Mysterious[ER]

Hardcrazy

Dom_Porto

subjimi *

lonewolf

Lady R

Flawless Perfection

Nefer*

segunda-feira, dezembro 01, 2008


Tanto para fazer e o tempo que urge.

Não, não ando alheada...

Simplesmente ocupada a limpar o lixo de um ano para esquecer em muitos sentidos - de perdas irreparáveis, de pessoas insubstituíveis, de sentimentos que não se renovam - e de muitas vitórias, pessoais e outras, por outro lado.

Um ano terrível na doença, mas que podia ter sido bem pior.

Um ano desgraçado profissionalmente, mas que deu força para investir noutros caminhos...

Um ano que me marcará sempre, especialmente pelo meu Dono e pelos (poucos) AMIGOS a quem jamais terei algo suficiente para agradecer sreem o que são, quando são e porque são!


Hoje, agora, um doce sabor a água tónica no palato - o Dono partiu por uns dias e fica uma casa vazia e uma alma cheia e a única palavra portuguesa sem tradução - saudade, apesar de ser por pouco tempo! Mas parti com ele, fui com ele na viagem e o cordão umbilical estica há precisamente quinze meses com a flexibilidade da idade matura de quem sabe o que quer e o que anda a fazer...


A falta que ele me faz.

A promessa de um ano bem diferente e melhor e mais cheio.

As mudanças.

Tudo o que vai acontecer.

Tudo o que vai mudar.

Tudo o que vai deixar de ser.


O lixo que não deixo acumular debaixo das carpetes!

Gente que não presta, quase-gente, abutres e escumalha sem valor que nem chego a perceber porque um dia tomei por amigos" - gentinha...

Coisas, planos, projectos que não fazem sentido se uma das partes desiste porque era um pacto de sangue!

Crescer todos os dias até morrer!

A sangrar por dentro e a chorar por fora às vezes, outras vezes em silêncio, outras vezes sem sinal...


Ah José Régio, as voltas que dás no túmulo, e tu António Aleixo, coitado - sem falar no Bocage...

that´s life... lalalala!


Teho de ir, há uma festa no País das Maravilhas e tenho muito que fazer, mas antes vou degustar o meu Dono na ponta da língua, na palma das mãos e no fundo dos olhos, que o coração transborda!


Boa semana e sejam felizes como eu estou! *