terça-feira, agosto 17, 2010

FESTIVAL GÓTICO 2010 * LEIRIA

"A FADE IN – Associação de Acção Cultural, continua a celebrar os 10 anos do FESTIVAL FADE IN com o arrojo e a singularidade que a caracterizam. Depois de iniciar a efeméride com o lançamento da peculiar e original revista ARQUIVISTA, a FADE IN tem agora a honra de poder anunciar outra grande produção: ENTREMURALHAS - FESTIVAL GÓTICO 2010. Durante os dias 27 e 28 de Agosto o CASTELO DE LEIRIA será local de conferências, animação, projecção de filmes, comércio alternativo, exposições, e de espectáculos com alguns dos melhores representantes mundiais da DarkFolk, do Neo-Clássico, da Música Medieval, da Cold/Darkwave, do Synthpop de reminiscências EBM, e do Electro-Gótico de descendência Industrial. Seis bandas de referência internacional vão dividir-se por dois palcos (o PALCO ALMA e o PALCO CORPO) evoluindo ao vivo no enquadramento histórico e arquitectónico absolutamente ímpar do CASTELO MAIS IMPONENTE DE PORTUGAL, fazendo deste, um evento totalmente exclusivo e único no nosso pais!"


MAIS INFO: http://www.fadeinfestival.com/entremuralhas.html

segunda-feira, agosto 16, 2010


"Agosto es el mes del Spanking y en Mazmorra vamos a festejarlo como ya estamos acostumbrados: a lo grande.
Spankfest es el evento en donde el Spanking es el hilo conductor, la diva, el objeto de culto. ¡Todos los spankers, spankees y aficionados tienen el 28 de Agosto su día!
Se espera entonces para este evento que los potros, cepos y cruces estén ocupadas permanentemente, spankees siendo spankeados y spankers spankeando. A no tenerle miedo a manos, fustas y palmetas, porque después de todo... spanking con gusto no pica."




Spanking na Argentina

domingo, agosto 08, 2010

DIA INTERNACIONAL DO SPANKING 8/8


SPANKING

Spanking é o principal método para disciplina ou treinamento.
Nome utilizado na comunidade BDSM para o ato de bater principalmente na
região das nádegas.
O spanking visa o prazer mútuo e é uma forma de
potencializar o desejo.
O ato de bater para estimular sensualmente é
amplamente difundido e aceito, basta consultar o Kama Sutra.
No Brasil spanking engloba o ato de bater com as mãos, chicotes, varas, chinelos ou palmatórias.
Nos Estados Unidos e Europa há uma distinção em relação aos
instrumentos utilizados. Sendo assim, spanking é o termo usado para bater com as
mãos. Whipping é usado quando o instrumento de treinamento é o chicote. Canning
quando se faz o uso de varas e Paddling quando o instrumento é palmatória.
A maior parte das pessoas SM que gostam de punições corporais incluem o
spanking em suas atividades.
Uma cena de spanking começa com um jogo
real ou imaginário de punição por alguma falta ou ato cometido pelo submisso
(a), para treinamento próprio ou do escravo ou simplesmente para demonstração.
No contexto BDSM spanking é associado para aumentar a sensação de
vulnerabilidade física do parceiro.

DIFERENTES POSIÇÕES
Algumas posições interessantes para a prática do spanking:

1- NO COLO


O espancador está sentado ereto em uma cadeira sem braços. A
pessoa espancada deve deitar com o rosto virado para baixo no colo do
espancador, sua cabeça à esquerda e seus pés a direita. Deve estar de maneira
tal no colo do espancador que seu traseiro esteja acima da coxa direita do
espancador. A cabeça e o ombro devem estar virados para baixo e seus joelhos
dobrados e fora do caminho para que seu traseiro fique bem saliente. Pressionar
a mão na nuca da submissa e golpes aplicados em suas coxas ajudam o
posicionamento correto. Os joelhos devem estar separados pelo menos 15 cm e a
região inferior das costas deve estar arqueada para melhor empinar o traseiro.
As mãos podem estar no chão ou agarrando as pernas da cadeira. Se a mão direita
de debater muito durante o espancamento, deve ser contida pela mão esquerda do
Dominador e presa na região inferior das costas da submissa.
Antes do início do espancamento o Dominador deve puxar firmemente a submissa pela cintura para melhor posiciona la em seu colo. O cotovelo esquerdo deve ser colocado entre os ombros para impedir que a cabeça e o ombro se levantem. O espancador deve erguer ligeiramente seu joelho direito aumentando a elevação da pessoa a ser espancada.


2- NO JOELHO



Similar ao espancamento sobre o
colo exceto que a submissa se dobra por sobre o joelho esquerdo com suas pernas
contidas pela perna direita do Dominador. Este é o estilo escolar clássico para
posições de paddling. Com os joelhos e as costas retas, a submissa deve se
curvar e agarrar seus próprios tornozelos com ambas as mãos. Quem espanca pode
querer observar as mãos da submissa durante o paddling, para se assegurar que
estas não soltem os tornozelos, ato que lhe valeria golpes extras. O
espancador deve se assegurar que as duas nádegas sejam atingidas ao mesmo tempo. Esta é uma posição para submissas que possuam o corpo flexível.



3- MÃOS NOS JOELHOS


Uma posição mais trabalhável e mais segura que a
anterior. Quanto mais para cima das pernas a submissa apoiar suas mãos, mais ela
poderá arquear suas costas e empinar o traseiro. Os pés devem estar alinhados
pela distância dos ombros e a posição das mãos deve ser observada.



4- SOBRE UMA ESCRIVANINHA, NAS PONTAS DOS PÉS


A submissa deve se inclinar sobre
uma escrivaninha com o nariz e os peitos pressionados contra a superfície da
mesma. Mãos e braços devem ser colocados na mesa, acima de sua cabeça, para
provocar maior arqueamento das costas. Para maior elevação do traseiro ela deve
permanecer nas pontas dos pés. Golpes extras podem ser acrescidos à penalidade
para cada vez que os pés tocarem no chão.



5- SOBRE UM BANCO OU CAVALO DE
GINÁSIO


Nesta posição a submissa pode relaxar completamente. Ela deve colocar
todo o seu peso sobre o banco. Esta posição relaxada e confortável é própria
para longas sessões de spanking.



6- DEITADA NA CAMA


Esta é outra
posição confortável para longas sessões e diversões subsequentes. A submissa
deve deitar-se de bruços na cama. Seu rosto deve estar afundado no colchão
enquanto seus quadris e traseiro estão elevados por travesseiros. Já que
travesseiros são moles, podem ser necessários três ou quatro destes para atingir
a elevação necessária.



7- AJOELHADA NA CADEIRA

A submissa deve se
ajoelhar no assento de uma cadeira estofada, voltada para o encosto da mesma.
Suas coxas devem estar alinhadas verticalmente com o encosto e a região superior
do corpo deve se inclinar por sobre o mesmo. O arqueamento das costas é
fundamental.


PREVENÇÕES E PRECAUÇÕES
Para se fazer uma sessão de
spanking perfeita, por todo corpo, temos que estar constantemente atentos à
maneira, o local e a intensidade da pancada, ou seja, em cada parte do corpo a
ser espancada deve se usar um tipo específico de instrumento, com a força
adequada e muita atenção.
O Mestre deve começar com coisas bem simples e
ir aumentando aos poucos. Isso também se aplica a intensidade dos golpes.
Nem todo spankee tem a mesma resistência a dor e por isso deve se
começar suavemente, primeiro com golpes pequenos e depois ir aumentando a
intensidade conforme a tolerância.
Convém lembrar que é muito mais
satisfatória a tortura refinada do que um espancamento brutal.
Para Mestres iniciantes recomenda se que se inicie com tapas, chinelos ou palmatórias e, pouco a pouco, à medida que adquiram habilidade com esses, comecem a diminuir seu tamanho, trocando paulatinamente por outros.
O treinamento do uso de
chicotes ou varas pode ser praticado, como treinamento, em almofadas. Na
almofada deve ficar uma marca uniforme e não muito profunda nem larga, pois
quanto mais fino o instrumento de castigo, mais treinamento é preciso para o seu uso correto e mais perigosa é a sua utilização.
Spankers mais experientes
utilizam chinelos ao invés das mãos que, se usadas, podem ficar doloridas, mas é inegável o grande prazer proporcionado pelo toque violento da mão pesada do
spanker na nádega do spankee...
Se um material rígido provocar
ferimentos convém lavar bem com água e sabão e aplicar pomada anti-séptica e ou cicatrizantes.
Se houver formação de equimoses (roxo) ou hematomas
(sangue pisado), usar pomadas específicas.
Para evitar o aparecimento de
equimoses ou hematomas, após um spanking pesado, usar gelo sobre o local.
Para evitar ou minimizar o aparecimento de hematomas, algumas
providências podem ser tomadas:




  • Colocar um lençol cobrindo a área a
    ser espancada ou chicoteada


  • Manter o quarto em uma temperatura
    agradável, sem ficar muito aquecido.


  • Não bater em áreas que estejam
    amarradas .


  • Evitar bater no mesmo local inúmeras vezes


  • Concentrar as pancadas em locais bem “acolchoados”


  • Quanto maior a superfície do instrumento utilizado para o spanking, menor o risco de produzir hematoma.


  • Evitar o uso de aspirina ou qualquer antiinflamatório como
    Voltaren, Cataflan ou Inflamene horas antes do encontro


  • Clamps com superfície lisa, larga e não denteada produzem menos hematomas do que os dentados e muito finos


  • Hematomas causados por nós e cordas são
    evitáveis com a simples colocação por baixo das cordas daquelas munhequeiras que jogadores usam.


  • O uso de álcool e drogas aumenta a formação de
    hematomas


  • Uma boa alimentação, rica em vitamina C, pode reduzir o tempo
    de um hematoma.


Manter a área elevada

in http://www.portaldascuriosidades.com/



http://www.spank-otk.com/
http://www.spankingtube.com.ar/
http://www.spankingcast.com/



"Sunday, August 8, 2010
Consensual Spanking Day

If you don't live under a rock, you've probably heard that today is Consensual Spanking Day. Even if you do live under a rock, it's OK, now you know I've seen a few posts on other blogs asking their readers to comment on what part of consensual spanking has had the most positive effect on their lives. So I thought about it... and thought some more... and came up, well, blank.

It's not that I don't love consensual spanking, or enjoy it in my life. I do! But here's the thing: I can't remember my life without at least the idea of spanking in it. My very first childhood memory revolves around spanking. My adolescent years were spent fantasizing about spanking in naughty delicious detail. I had my first real spanking experience in college. Practically all of my adult relationships have included spanking. So - does it make me a better person? How can I answer that when this is the only person I've ever been? It's great stress relief, sure, but so is a massage. It's fun too, but I also enjoy reading a good book or whipping someone in a game of cards. Could I reduce spanking to that level? No! But there it was, all of the describable reasons that I love spanking could just as easily apply to other less enriching aspects of my life.

And then I realized the problem. I was looking at this the wrong way. I can't describe how spanking has changed my life, because it hasn't changed my life, it is my life. So what am I really thankful for today, on Consensual Spanking Day? I'm thankful for all of the external forces in my life that make it possible for me to enjoy spanking.

I am thankful:

To live in a country where I am free (mostly) to express myself and my sexuality.
To live in a time when I can walk into a bookstore and find a treasure trove of books to feed my spanking kink and imagination.
To live somewhere where I can take the internet and its ability to connect me with like-minded people across the globe for granted.
That I have a roof over my head, clean water to drink, food available on every corner.
That I have access to state of the art health care (even though it may bankrupt me if I ever really need it).
That I am free from the threat of real violence.
To have friends who love me just the way I am, whether they know a little or a lot about my life behind the kinky curtain.
Because all of these basic needs are taken care of, I can indulge in the "frivolous" act of exploring/enjoying spanking in all of its wonderful, playful, intense, emotional, physical, amazing ways! For that, I am truly thankful.

Because not everyone is as lucky as I am, I urge you to celebrate Consensual Spanking Day by giving back a little to those people still struggling to meet their basic needs. Here are a few organizations I like, if you need some suggestions:

Thirst Relief International - More than 1.1 billion people in our world lack access to safe drinking water. A donation of just $5 gives a person access to clean drinking water for life.

Hero Rat - Landmines injure and kill civilians every day, long after conflicts have ended and exist as a barrier to development. Almost 5,000 people die from tuberculosis daily, and many cases go undetected. HeroRat trains rats to detect land mines and TB.

Kiva - Kiva connects you to entrepreneurs in under-developed areas across the globe to power microfinance loans.

Heifer International - Ending world hunger and poverty globally is a large feat but it's not unrealistic. It takes each and every single one of us to do our part to be able to attain a world without poverty and hunger. Heifer's simple yet powerful approach to lifting families out of hunger and poverty has been recognized worldwide.


And once you've done your good deed for the day, don't forget to celebrate Consensual Spanking Day with a well-deserved good girl (or boy) spanking!

Posted by Em at 12:01 PM
Labels: giving back, real life, spanking"


in http://emmaenchanted.blogspot.com/


"El 8/8 es el día en que todos los spankos de todo el mundo celebramos la alegría de nuestras fantasías y de nuestras prácticas de azotes consensuados entre adultos, unos más eróticos, otros más disciplinarios, unos con la mano otros con instrumentos. Qué más da! Estamos tratando que este día se consagre entre la mayor parte de spankos de todo el planeta como un día especial y reconocido por todo el mundo.... "





"Ignorava totalmente esta data até alguém próximo me ter confidenciado que hoje era o dia de muita gente levar umas palmadinhas de amor por esse mundo fora.
Claro que na minha ignorância, fiquei abismado...No mundo? Não é o traseiro, o melhor local para aplicar as ditas palmadinhas de amor?
Peguei no meu "googlefu" e fui tratar de pesquisar e saber mais...
Dessa pequena pesquisa surgiu muita coisa, desde umas excelentes gargalhadas com alguns cartoons, a alguma confusão com o estado em que alguns traseiros ficam depois de uma ou outra sessão de spanking mais vigorosa, passando pelas dúvidas esclarecidas.

Spanking pode ser feito da forma mais simples que existe (com a mão) até as mais variadas formas mais complexas. Os implementos que se podem usar são apenas limitados pela imaginação e pelo bom senso.
Chinelos, sapatos, cintos, cordas, colheres de diversos materiais, "paddles", réguas, "canes" ou tiras de cabedal ou outros materiais... Tudo o que proporcione um bom impacto sem prejudicar a integridade física da pessoa servirá para o efeito.

Há quem prefira ficar com marcas visíveis, há quem prefira que as marcas se desvaneçam rapidamente e outras pessoas nem sequer pensaram nisso ainda.
Seja como for, esta é, a par de todas as outras actividades praticadas em BDSM, uma actividade consentida entre duas ou mais pessoas, em espaço privado, público ou comercial, limitada por leis e que se for promovida de forma abusiva certamente terá efeitos nefastos tanto para os envolvidos como para toda uma comunidade (que tanto pode ser local, regional, nacional ou mesmo mundial, dependendo da gravidade do assunto) pelo que o bom senso deverá imperar SEMPRE e ser acompanhado das mais elementares regras de segurança, devidamente implementadas e reforçadas por todos os participantes, sem excepção.

Como em qualquer outro assunto, existem estudos (uns mais científicos que outros) que afirmam que o spanking erótico poderá aproximar os elementos que o praticam. Outros poderão existir que afirmem o oposto. Contudo a questão é:
Se é do vosso agrado, espero que se divirtam. Se assim não for, dêem espaço a quem gosta e não interfiram.

Resta esclarecer e recordar que Spanking é consensual. Violência doméstica NÃO!"



Garr3tt in Forum Dominium

8/8/2010


Agradecimentos




Só cá cheguei agora, pois os Eventos demoram semanas a fazer e muitos dias a desfazer...

Em primeiro lugar um muito obrigado a todos os presentes no último Evento Dominium, especialmente a quem veio de fora do Porto.
Reconhecimento sempre renovado a todos que fazem Kms para se juntarem numa afinidade comum - Dia Mundial do BDSM!
Num sítio onde o mote era BDSM e se fez, muito, e não hesito em adjectivar como BOM!

Agradecimentos especiais a Rui Amorim, a todos os que trabalharam arduamente in loco antes, durante e depois, para que a Festa acontecesse, sem esquecer a vinda de Necrosavant, a simpática cedência de Mysterious, ajuda de Titan, colaborações dos DJs sweet_slave e Dante, assim como oferta e ajuda via internet de muita gente da Comunidade.

Ainda a um enorme grupo de gente anónima que não parou para tornar mais este Evento possível, durante várias semanas... desde o flyer aos anúncios online, passando pelo equipar da Azenha, até à logística no local (a "portas", o bar, a tasca S&M, as performances) foram dias de muito empenho para que nada falhasse e merecem um gigantesco OBRIGADO da nossa parte.
Abraço ao autor de todas as fotos - Pedro Sarmento - pela disponibilidade e profissionalismo!

De resto, a Festa vive, viveu e viverá sempre para quem a assiste - três vivas à nova geração BDSM que tem aparecido sem medos, lado a lado com a velha guarda (passe a expressão) - neste caso em três palcos com toda a espécie de BDSM a acontecer pela noite fora...

Parabéns ao BDSM Português que continua a passar das palavras aos actos!

No meu percurso na Comunidade defendi sempre o terminar da auto-discriminação e isso aconteceu com as cerca de 80 pessoas presentes - ninguém se escondeu nas fantasias e nas práticas e é assim que se confirma que uma Comunidade está a crescer e a amadurecer!

Parabéns a todos, pois sempre acreditei ser um objectivo possível e está provado!

Até breve...