quarta-feira, junho 02, 2010



Imperdoável!

*

Várias datas lembradas que não assinalei aqui, porque ando numa correria a viver (sim, fora da net e dos assuntos néticos há vida!)

*
Mas devo uma desculpa aos meus leitores assíduos por não lhes ter agradecido seis (6 anos) de blog no passado dia 31 Maio. Sem eles e uma média de 100 visitas/dia no pico da popularidade, não haveria motivo para prosseguir.

*

O objectivo, quando passou a haver, foi e continua a ser o mesmo - informar e divulgar sobre a Comunidade Alternativa Portuguesa!
Sim, a tal que muitos dizem que não existe - porque preferem negá-la, do que admitir que tem de evoluir anos-luz até ser minimamente perfeita... O copo meio-cheio e meio-vazio.

*
E porque muitos começaram blogs próprios e decidiram "abandonar os armários" à pala de blogs como este, o objectivo está cumprido; porque a dita Comunidade tem hoje vários Fóruns e várias "correntes" de opinião e de alternativas em todo o país (e acredito que não parará de crescer), o objectivo foi cumprido; e porque as pessoas passaram a nao ter vergonha de assumir os seus fetiches e as suas escolhas mais abertamente, o objectivo foi cumprido.

*
Mas a saga apenas está na antecamara - está tudo por fazer, principalmente se se fala de um País onde a falta de formaçao de raíz impera, pois quem cada um é fora dos PCs, reflecte-se no que se escreve num teclado, até se agiganta e se torna às vezes doentio e perigoso. Uma espécie de esquizofrenia nética, à falta de outro termo - pela ausência de coragem em enfrentar as situações ao vivo - pode ser num café, com uma torrada à frente, quando se baixam os olhos ao chão e nao se aguenta o olhar de quem nos entra na alma!

*

Mas seis anos é muito tempo; são muitos amigos, aqueles que na hora certa sabem o que o outro nao disse no silencio e adivinham porquê, sem o julgar; o caminho mais facil é o outro, sempre...

*
E isso leva-me à outra data que partilho aqui convosco há 3 anos.
Maio seria o mês em que nasceria o meu filho, se tivesse vingado.
E sofri e morri um pouco com ele, e voces ampararam-me aqui, enquanto lá em cima no arame, eu segurava a vara com força ate doer - e voces nao fizeram barulho cá em baixo, para eu nao me assustar.
E desci do arame e ainda aqui ando... e voces também!
E não me esqueço do que senti e do que sinto e do que devo a quem merece.
*
E porque voces merecem, os que vieram e ficaram para o Bem e o Mal, porque são a minha familia nética neste País das Maravilhas, tentarei ser mais assídua aqui, passada a Dominium Kinky Night - em que gostaria que estivessem todos para brindarmos ao aniversário deste blog, do meu filho que nao nasceu, ao meu aniversário (sim, adoro estar viva!), e a quem tem coragem para estar na Comunidade Alternativa Portuguesa - um patinho feio que, acredito, se tornará um dia num belo cisne!

*
Brindemos!

2 comentários:

Joao disse...

A vida é sempre mais importante que a net.
Nestas coisas da net, não basta saber escrever bem, ou dizer umas coisas com piada,é preciso ser responsavel e infelizmente nem todos são.Esquizofrénicos ou não.
A vida é mais importante, e desde sempre o que aqui li foi vindo de dentro.
Parabéns pelo blog que para além de quem espera pelos sempre de qualidade temas que aqui pões, é obra tua, mulher menina :)

meat_loaf disse...

Acompanho o blog à pouco tempo, alias este e outros.

São os seus autores que merecem o obrigado, por partilharem e colocarem à disposição tanta informação aos seus leitores.

Parabéns bondarina :)