quarta-feira, fevereiro 01, 2006

DATA

Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação.

Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo de escravidão.

Tempo dos coniventes sem cadastro
tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rasto
Tempo de ameaça.


in "Livro Sexto"
Sophia de Mello Breyner Andersen

1 comentário:

apuleius disse...

Olá! Gostava de te dar os parabéns pela forma adulta, profunda e interessante com que decidiste tratar uma temática bastante complexa no teu blog. Os textos são verdadeiramente cativantes e as referências literárias apenas me espicaçaram a curiosidade para investigar algo que desde há muito me apaixona - o sexo! Um beijinho e não te esqueças de postar mais!